Domingo
17 de Outubro de 2021 - 

Controle de Processos

Últimas notícias

Newsletter

Receba novidades e informativo em seu E-mail.

Previsão do tempo

Hoje - Mamanguape, PB

Máx
31ºC
Min
23ºC
Predomínio de

Hoje - Santa Rita, PB

Máx
31ºC
Min
24ºC
Predomínio de

Hoje - Piancó, PB

Máx
37ºC
Min
23ºC
Predomínio de

Hoje - Sapé, PB

Máx
30ºC
Min
23ºC
Predomínio de

Hoje - João Pessoa, PB

Máx
31ºC
Min
23ºC
Predomínio de

Hoje - Rio Tinto, PB

Máx
31ºC
Min
23ºC
Predomínio de

Notícias

Justiça em Números: processos eletrônicos alcançam marca expressiva no ramo eleitoral

Implementado em 2017 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Processo Judicial Eletrônico (PJe) pode ser considerado uma verdadeira revolução dentro da Justiça brasileira. Essa é a opinião do chefe da Assessoria do PJe na Corte, Bruney Guimarães Brum. E a visão de Brum pode ser comprovada a partir dos dados apresentados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no . No último ano, a Justiça Eleitoral alcançou um dos maiores índices de virtualização dos processos, com a adoção do PJe em 99,5% dos novos casos, acima dos 95,5% da Justiça Estadual, por exemplo. O número é o mesmo da Justiça Federal e só fica abaixo do da Justiça Trabalhista, com 99,9% dos casos digitalizados. Os dados sobre o percentual de processos eletrônicos em tramitação no Poder Judiciário nacional começaram a ser coletados pelo CNJ em 2009. Ao longo desses 12 anos cobertos pela série histórica, foram protocolados 153,3 milhões de novos casos nesse formato, e em 2020 somente 3,1% desse total ingressaram fisicamente. No último ano, entraram na Justiça 25,8 milhões de processos, sendo 21,8 milhões de novos casos de forma eletrônica. Maior celeridade A curva de crescimento do percentual de novos casos em formato eletrônico é notória em todo o sistema de Justiça, tendo aumentado 6,6% somente no último ano. Ao todo, o Judiciário passou de 11,2% de processos eletrônicos em 2009 para 96,9% em 2020. E a tendência, segundo o chefe da Assessoria do PJe no TSE, é aumentar ainda mais. “Os números da Justiça Eleitoral mostram isso: em 2020, foram 99,5% dos novos casos. Em 2018, eram 32,8% e, em 2016, não havia nada de informatização. Ainda não alcançamos a totalidade nos números por conta de resquícios de processos físicos que estão em tramitação para o digital”, explica Brum. Segundo o assessor, o PJe é um grande avanço para toda a sociedade: “Ele anulou aquilo que chamamos de , que é o período em que o processo físico ficava sem movimentação por questões logísticas, por exemplo”. Ainda de acordo com ele, o PJe proporcionou mais agilidade e rapidez à apreciação dos processos. “A informatização traz consigo a celeridade processual que não existia anteriormente, justamente porque elimina uma série de atos antes existentes. O processo digital permite que o material esteja em mais de um lugar ao mesmo tempo. Assim, vários atores processuais podem trabalhar de forma concomitante”, destaca. Além disso, de acordo com Bruney, os servidores do TSE já estão adaptados ao PJe, que é algo consolidado na Corte. “Ele [o PJe] traz uma série de benefícios, como o acesso remoto, a economia de recursos e a flexibilidade de horário para o trabalho. Vamos para a nossa terceira eleição assim. Hoje, eu diria que teríamos dificuldade em voltar para o papel”, completa. Confira a íntegra do Justiça em Números 2021. JM/LC, DM Tags: #Estatística #PJE Processo Judicial Eletrônico #Justiça em Números #Tribunal Superior Eleitoral #Justiça Eleitoral Gestor responsável: Assessoria de Comunicação Últimas notícias postadas Recentes Confira a pauta da sessão plenária do TSE desta quinta-feira (14) Julgamentos serão transmitidos ao vivo, a partir das 10h, pela TV Justiça e pelo canal do TSE no YouTube Na Costa Rica, eleição é uma festa cívica para toda a família Série “Eleições pelo Mundo” mostra como funcionam as eleições também no Panamá TSE promove debate sobre o fim da violência de gênero na política Seminário será realizado no dia 18 de outubro com participação de especialistas do Brasil e do exterior que defendem o aumento da representatividade feminina
13/10/2021 (00:00)

Endereço

MATRIZ

Rua Otacilio de Albuquerque  22
-  Torre
 -  João Pessoa / PB
-  CEP: 58040-720
+55 (83) 35128576+55 (83) 30432144
Visitas no site:  1786338
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.