Domingo
03 de Julho de 2022 - 

Controle de Processos

Últimas notícias

Newsletter

Receba novidades e informativo em seu E-mail.

Previsão do tempo

Hoje - Mamanguape, PB

Máx
27ºC
Min
21ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Santa Rita, PB

Máx
27ºC
Min
23ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Piancó, PB

Máx
31ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Hoje - Sapé, PB

Máx
27ºC
Min
21ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - João Pessoa, P...

Máx
28ºC
Min
23ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Rio Tinto, PB

Máx
28ºC
Min
21ºC
Chuvas Isoladas

Notícias

Governadores de 11 estados questionam lei que impôs alíquota uniforme de ICMS sobre combustíveis

Governadores de 11 estados acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a declaração de inconstitucionalidade de regras da Lei Complementar federal 192/2022 que determinaram a uniformidade, em todo território nacional, das alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidente sobre combustíveis. A alegação na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7191, que tem pedido de liminar, é de que essa inovação legal impõe ônus excessivo e desproporcional aos estados e ao Distrito Federal, comprometendo continuidade dos serviços essenciais prestados à população.De acordo com os governadores de Pernambuco, do Maranhão, da Paraíba, do Piauí, da Bahia, de Mato Grosso do Sul, de Sergipe, do Rio Grande do Norte, de Alagoas, do Ceará e do Rio Grande do Sul, autores da ADI, a redução abrupta da arrecadação dos 26 estados e do DF, por ato unilateral federal, importa em quebra do pacto federativo e interferência indevida na autonomia política, financeira, orçamentária e tributária desses entes.Observam, ainda, que, como o ICMS decorrente das operações com combustíveis e lubrificantes representa de 20% a 25% da arrecadação estadual, a imposição apresenta riscos à governabilidade, em função dos imensos prejuízos gerados para os estados e o DF com a perda de arrecadação direta. Apontam, ainda, a existência de impactos para os municípios, que terão redução nas transferências constitucionais obrigatórias.Segundo os governadores, a imposição de alíquota uniforme ocorreu sem qualquer estudo de impacto fiscal e sem a demonstração de que esse novo instrumento será eficaz de reduzir os preços dos combustíveis, que são atrelados aos valores praticados nos mercados internacionais.RelatorPor prevenção, a ADI foi distribuída ao ministro Gilmar Mendes, relator de uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 984), na qual o presidente da República pede que a alíquota do ICMS incidente sobre combustíveis nos 26 estados e no Distrito Federal não ultrapasse a prevista para as operações em geral.Leia mais:15/6/2022 - Presidente da República pede ao Supremo que limite alíquota de ICMS sobre combustíveisProcesso relacionado: ADI 7191
23/06/2022 (00:00)

Endereço

MATRIZ

Rua Otacilio de Albuquerque  22
-  Torre
 -  João Pessoa / PB
-  CEP: 58040-720
+55 (83) 35128576+55 (83) 30432144
Visitas no site:  1880128
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.